bibelôAo chegarem na igreja de Fronteiras e se depararem com um bibelô de coelhinho na mesa de escritório do bispo, então chamado de Dom Hélder Câmara, não se assuste!

As pessoas que comigo conviveram saberão explicar o porquê daquele artefato estar presente no cotidiano de um ministro da Igreja. Afinal, eu exercia um pequeno serviço na Ordem dos Frades Menores. Então, estava ali, com um bichinho pacífico e símbolo da ‘igreja-ecclesia’ pensada por Paulo Apóstolo. Ora, o significado é Assembléia – que se multiplica velozmente como o casal de coelhinhos que se reproduz em progressão geométrica. Vamos do dois ao infinito em pouco tempo.

E o infinito é o Uno. É Deus. Na imensidão das existências coube a mim na encarnação passada estar no Brasil e fazer este papel de diácono, sacerdote, padre, bispo. Mas, mais que títulos e sacramentos ou irmandade religiosa, eu fui um homem de estar no mundo sem ser do mundo, pois, dediquei-me ao Cristo e o “Cordeiro Imolado” era Deus.

Agora, como Espírito imortal que sou, continuo sendo de Cristo, De Deus.

Agora, muitos taxam o espiritismo como coisa do diabo, do capeta e assim denigrem os irmãos que partilham do anseio de viver conforme quis Nosso Senhor Jesus Cristo. Este preconceito pode acontecer com outras denominações filosóficas e religiosas.

Nesta hora, apelo para nossa Mãe, Maria Santíssima, mulher forte que soube trazer a novidade do Reino de Deus no seu silêncio e na sua palavra magnânima: -“Faça-se!”

Sim! Pois que Maria , a Miriam do Novo Testamento, disse um cântico novo: com as mesmas palavras da divindade que a tudo criou. Deus quis e tudo foi feito. Por meio dela a Palavra se fez carne.

Na fraqueza de uma criatura encarnada ousamos ser co-criadores com Deus.

Quem percebe os demônios alheios que mire em direção ao diabo da trave de seus olhos. Porque todos estamos num mesmo orbe e a cada um será dado conforme suas obras.

Paz, de Helder Camara.


Quem chegou a ver Jesus?

O que os olhos vêem o coração sente?

Com estas duas perguntas inicio no dia de hoje uma nova tarefa no campo da escrita mediúnica.

Na mensagem anterior me referi aos irmãos que julgam como diabos. Somente que: diabos são os seus pensamentos que separam e julgam. Há os que ainda julgam aptos a enquadrar o irmão como certo ou errado.

E, eu? Estaria certo em desprezar sua ajuda por causa do que praticam? Pois, bem! Por causa de pessoas que não gostaram de minha iniciativa em estar com os irmãos encarnados transmitindo minhas mensagens e cartas reflexivas e pelos que  me desprezaram em vida na carne e agora têm que continuar a me aguentar tagarela ainda em espírito; é por eles e pelos demais que sigo confiante no encargo a mim endereçado. Se torna premente uma nova maneira de ver. Como ver sem os olhos da carne?

Digo que é possível porque a verdadeira vida é a vida em espírito, e  o coração de carne sente as coisas visíveis, bem como as indeléveis.

Unindo coração de carne e de espírito sinto-me na obrigação de dedicar a Jesus , o Nosso Senhor e Cristo, a minha prece agradecida.

Obrigado, meu Senhor Jesus Cristo, pela vida que o Senhor me deu. Sou mais feliz que Jó, pois posso cantar as suas maravilhas e sei que nada me foi retirado e sim tudo me foi acrescentado como experiência e evolução.

Ver Jesus no irmão sofredor é um dom. Eu o vejo sábio, forte, destemido também aqui no plano espiritual. Quantos espíritos magnânimos veem povoar  o nosso coração da mais bela canção de esperança?

Amigos, ver para crer?

Felizes os que crêem sem terem visto!

Porque ‘o essencial é invisível aos olhos’ .

Ser pai é ser agradecido. Ser um homem de fé. Muitos me chama assim. Ser mãe é ser aquele recanto do universo que acolhe e conduz ao crescimento com ternura. Ser capaz de gerar vida! Sim, eis um dom divino, um sacerdócio régio!

A todas mulheres e homens, pais e mães biológicos ou espirituais.

Digo que os amo com amor eterno.

Helder Camara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s